Presidente do STIA/AL fala sobre a crise do setor sucroalcooleiro durante entrevista

A semana foi marcada pela entrevista do presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria do Açúcar do Estado de Alagoas (STIA/AL), Jackson de Lima Neto, ao programa Ministério do Povo, da rádio Gazeta AM, ancorado pelo radialista Rogério Costa. Em quase uma hora de entrevista vários temas foram debatidos: desde a conjuntura econômica do setor sucroalcooleiro até a seca que vem prejudicando a produção do açúcar e outros derivados da cana em todo País.

O presidente destacou a importância do STIA/AL em defesa do trabalhador da indústria e o trabalho social que vem sendo desenvolvido por essa diretoria ao longo dos anos. Quando questionado sobre a crise no setor, Jackson foi direto: “pelo menos cinco usinas fecharam nos últimos anos; o desemprego é geral, tanto para o trabalhador da indústria, quanto para o do campo”.

O sindicalista acrescentou que atualmente o setor do açúcar ainda representa 50% da economia alagoana. “O governo federal deve olhar com atenção para o setor. O fechamento das usinas é o caos para os pais de família e acarreta, consequentemente, a falência dos municípios”, explicou.

SINDICATO DOS TRABALHADORES NA INDÚSTRIA DO AÇÚCAR DO ESTADO DE ALAGOAS

Rua: Barão de Jaraguá, 520 - CEP 57002-140 | Fone: (82) 3321-0842 | Fax: (82) 3221-0772

    www.stia-alagoas.com.br

Home | Blog do Presidente | Diretoria | Direito dos Sindicalizados | Notícias | Sindicalize-se| Contato | Imprensa | Adm